Translations - Portuguese - Dedication of a Shrine

Irmandade de Isis Liturgia
Por
Olivia Robertson

DEA, RITOS E MISTÉRIOS DA DEUSA

Dedicação de um Santuário para Isis

Ritual no. 1

ORÁCULO DA DEUSA ÍSIS

Invocação


Isis, Divina, Deusa dos dez mil nomes, Eu invoco as Suas bênçãos! Os Deuses do céu te adoram e os deuses da terra prestam homenagens Ti: Aquela que mantém o orbe celeste e organiza os eixos terrestres, Tu confere luz ao sol, Tu governa o universo! Ao seu comando os elementos obedecem, os ventos sopram, as nuvem liberam suas gotas de água sagrada sobre a terra, sementes brotam e pássaros cantam. Tanto os pássaros, quanto os mamíferos e repteis rejubilam ao Teu nome. Comparece ao meu tempo Oh Deusa! Estabeleça-se em meu altar, faça de minha casa a sua capela e de meu coração o seu lar.

Oráculo


Assim como uma rosa selvagem cresce entre os rebocos e paredes dos templos, meu amor também penetra os mais intrigantes espaços. Pois o amor de mãe está em todos as esferas, o coração de cada criatura, de cada planta, de cada átomo. Onde existe um pulsar, existe vida! Ninguém se perde, somente se afastam da realidade eterna, enganados pela confusão de muitas vidas, mas então, quando desesperados, chamam pela Mãe, fonte de toda a existência e este chamado nunca é em vão! Pois mesmo quando o livre arbítrio é perdido, a alma não se perde, muito pelo contrario, é encontrada, salva não por sua virtude, mas pelo amor da Mãe!

Então dedique o seu altar a Mim, um quarto ou mesmo um canto de um quarto, para que a sua observação diária seja um sinal de aceitação da minha graça. Onde quer que um devoto coloque uma foto minha, uma estatua, duas velas, incenso e um copo de água, lá eu estarei! E lá deverá haver alegria, abundancia e prosperidade, pois estes são os dons do meu amor eterno.

(Devoto coloca uma mão sobre o recipiente com água, então o levanta em frente ao altar e respinga um pouco dela sobre a pedra ou punhado de terra.)

Devoto: Aceita, Oh Deusa, essa água. Que as minhas emoções serenas reflitam o divino propósito, para que esse altar seja abençoado pelo Teu Espelho. 

(Devoto oferece incenso em frente ao altar até a fumaça subir)

Devoto: Aceita, Oh Deusa, este incense. Que a vontade faça sua parte em teu Plano divino. Para que este altar seja vitalizado pelo fogo interno que queima em Teu Trono. Graças são dadas a Isis, que este altar seja abençoado pela Sua graça.

(Devoto coloca um pouco de água em movimento circula entre as sobrancelhas.)

Devoto: Que me seja dada Inspiração!

Agora segue-se o silencio. O devoto senta em frente ao altar e visualiza um piscina com águas calmas, cheias de lírios. Acima um céu estrelado. A esquerda encontra-se o sol nascente, a direita a lua se põe. A frente esta a estrela de Isis, Sirius. Atrás esta a estrela polar. O devoto experiência comunhão com a Deusa. Após o silencio e a cena ser visualizada, bênçãos de curas são enviadas ao planeta. O devoto se levanta.

Devoto: Salvadora Imortal, com muitos nomes, poderosa Isis, A que protege da Guerra cidades e os cidadãos, homens e suas esposas e crianças, tantas quanto as que jejuam nas prisões, com o poder da Morte, tanto quanto as que sofrem as dores por longas noites sem dormir; protetora de todos os que são forasteiros em uma terra estranha; Todos são salvos se rezarem para que Tu esteja presente para ajudar. Ouça minha prece. Aquela o qual nome tem enorme poder, prove que és misericordiosa a mim e aqueles que por quem rezo; e nos livre de todos os males. (Nomeie aqueles que precisam de cura) “Pelo nome de Isis, que todas as coisas sejam abençoadas, as Sidhes e os humanos, animais e pássaros, répteis, peixes, insetos e arvores, plantas e todos os elementos” (Una as mãos)

Devoto espira um pouco de água no chão.

Devoto: Isis, eu te agradeço pois todos que a ti procuram são prontamente atendidos em seus pedidos e nas bênçãos de vida longa. Agraciados após este rito, eu retorno a minha vida mundana, preenchido com o sentimento de bênçãos que procedem de ti.

Devoto apaga as velas e passa um pouco de água entre as sobrancelhas em sentido anti-horario. Esta água abençoada pode ser guardada para curas e visões.

Este rito, de uma maneira simplificada pode ser utilizado diariamente, sozinho ou em grupo. Mesmo alguns momentos de silencio com a ajuda da visão interior, pode trazer comunhão com a Deusa e harmonia com Seus amigos.

Fontes: The invocation is taken from a text found among old religious artifacts in Cuming Museum of London History, Walworth Rood, Southwark. Remains of an ancient temple to Isis were found in London. Text and information supplied by Ruth Wynn-Owen. The dedication prayer was taken from a Hymn to Osiris engraved during the Egyptian XVIII dynasty, from Lawrence Durdin-Robertson, “Goddesses of Chaldea, Syria and Egypt”, Cesara Publications, Clonegal Castle, Clonegal, Ireland, 1975. The remaining texts were adapted from prayers and hymns of Isidorus, of the Augustan Era, translated by Vera F. Vanderlip, (“The Four Greek Hymns of Isidorus and the Cult of Isis”, American Studies in Papyrology, Vol. XII, A. M. Hakkert Ltd., Toronto, 1972). Opening Invocation, Apuleius, Priest Initiate of Isis, “"The Golden Ass”, Lucius Apuleius, new translation by Robert Graves, (from a translation by William Adlington, 16th century), Penguin Books, Harmondsworth, Middlesex, UK, 1950.

Traduzido por Bruno Henrique Herzog, orientador do Iseum Rosa de Gaia.

 

Irmandade de Isis Liturgia

 

 

Comments